sexta-feira, 22 de abril de 2016

a maldita


a maldita
não foi-lhe apresentada
mal entendida, mal explicada
mal colocada
jogada ali, na periferia do mundo, 
no escuro
não alcançou os corpos que habitam o centro do mundo
e sem saber porquê 
gastam existências inteiras
a repetir os velhos passos 
desenhados, ensaiados e vigiados 
pelo dito homem de bem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário